Piercings: o que precisa de saber antes de colocar

Piercings: o que precisa de saber antes de colocar

piercings

Ao contrário do que se possa pensar, os piercings orais já eram utilizados por certos povos ancestrais como os Astecas e os Maias. A sua colocação era mais frequente em rituais de passagem.

Hoje em dia, apesar deste acessório poder ser visto com mais frequências entre os jovens. Alguns adultos também começam a ser adeptos da colocação em zonas como a bochecha, lábios e principalmente na língua.

Isto ocorre não só por uma questão estética como também por uma forma de afirmação e de um estilo próprio na sociedade. 

No entanto, é necessário ter consciência das consequências causadas pelo uso deste acessório. Elas podem passar pelo risco de fratura nos dentes, periodontites, halitose (mau hálito), infecção, inflamação grave na língua, entre outras.

Antes de tomar esta decisão, também é muito importante ter plena confiança no estabelecimento que escolhe. Nem todos os locais seguem as normas de vigilância sanitária e de esterilização. A falta de cuidados com a higiene e esterilização dos materiais favorece a transmissão de hepatite e de vírus como o VIH.

Assim, é importante que se conheçam alguns dos efeitos mais comuns que os piercings orais podem causar na nossa saúde:

Infecção — O piercing apesar de poder ser feito de diversos materiais, é sempre um corpo estranho na nossa boca. Desta forma, pode ser transmissor de milhões de bactérias que podem provocar infeções.

Dor e inchaço — Sobretudo nos primeiros dias, é normal que haja inchaço e dor na zona onde é  colocado o acessório. No caso da língua, se esta inchar demasiado pode fechar a passagem de ar e dificultar a respiração.

Dentes danificados — O contacto entre o metal e a superficie do dente pode provocar danos no esmalte dentário.

Ferimento na gengiva — O metal além de poder ferir a gengiva, pode também provocar retracção gengival, tornando os dentes mais sensíveis a caries e periodontite.

Interferência com a função normal da boca — Tal como qualquer outro “corpo estranho” que é introduzido no nosso corpo, os piercings podem impedir o funcionamento normal da nossa boca, dificultando a mastigação e o bom pronunciamento das palavras.

Endocardite — A colocação do piercing na boca pode facilitar também a inflamação das válvulas e dos tecidos cardíacos. A ferida causada pela perfuração dá às bactérias da boca a oportunidade de entrar na corrente sanguínea, podendo chegar ao coração.

Antes de pensar em colocar um piercing na boca, informe-se junto do seu médico dentista. Avalie sempre os riscos que pode correr.

Marque já a sua consulta!  >>> 800 282 282 (linha gratuita) / www.swissdentalservices.com >>>

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.