O edentulismo afeta a vida dos idosos?

O edentulismo afeta a vida dos idosos?

O edentulismo consiste na perda total ou parcial dos dentes definitivos. Tem várias causas e afeta pacientes de diferentes idades, mas vamos abordar com mais detalhe como influencia negativamente a vida dos idosos.
Muitas pessoas chegam à terceira idade com graves problemas dentários. Muitos idosos que atualmente sofrem de edentulismo não tiveram na infância ou início da vida adulta quaisquer hábitos de prevenção de saúde oral. As extrações eram um tratamento odontológico de rotina. Ao menor sinal de problema dentário, não se mantinham os dentes naturais, optando-se pela sua extração.

Conheça as causas do edentulismo

A doença periodontal e as cáries que progridem lentamente também estão entre os principais fatores do edentulismo em idosos. Por usa vez, este problema pode também resultar de um efeito colateral de certos medicamentos ou de doenças sistémicas, causando alterações na cavidade oral. Muitos pacientes chegam à terceira idade com problemas dentários mais avançados devido a estes fatores uma vez que estes influenciam a saúde dos dentes.

Consequências:

Devemos ter em conta que uma pessoa que possui um quadro grave de edentulismo sofre com dores e outros danos, inclusive psicológicos: não pode comer certos alimentos e não se sente bem em estar perto de outras pessoas, visto que não possui dentes para triturar a comida; sente-se inibido para sorrir, e sente vergonha ao falar. A importância dos dentes vai além da mastigação, pois interfere também com a dicção e acaba por dificultar a comunicação.

Para além disso, há a rejeição que pacientes com falta de dentes sentem e a baixa autoestima que isso acarreta. Ficam inibidos na presença de outras pessoas, evitam o convívio social, familiar e no trabalho. A má aparência faz com que seja evitado um contacto mais próximo.
Frequentemente nada é feito para melhorar a qualidadedevida dos idosos que convivem connosco. Muitas vezes, as pessoas mais próximas não se apercebem da sua dificuldade para se alimentar (o que causa outros problemas, como a falta de nutrientes ou problemas estomacais), da sua inibição ao falar e sorrir e da perda de autoestima e segurança.

Dos problemas orais existentes nos pacientes da terceira idade, a perda de dentes é um dos mais frequentes e que causa maiores prejuízos para a saúde do idoso. Em consequência disso, a reabilitação protética torna-se um fator importante para o restabelecimento das condições orais ideais do paciente.

Como resolver o edentulismo na terceira idade

Os tratamentos que podem solucionar esta questão passam pela colocação de próteses e de implantes dentários – que devolvem a capacidade mastigatória e a qualidade de vida que o paciente idoso perdeu, além de amenizar dores e o desconforto que este sente no dia-a-dia. A higienização diária e a visita regular ao dentista são fatores decisivos na manutenção da saúde oral como um todo. Através de bons hábitos de saúde oral, é possível evitar doenças orais crónicas, como por exemplo, cáries, xerostomia (boca seca), lesões da mucosa oral, cancro oral, entre outras.

Uma orientação referente a uma correta higienização e recursos, como as próteses dentárias, devem ser assuntos abordados abertamente, pois permitem aos pacientes viver com cuidados, podendo alimentar-se, sorrir e falar.

É, assim, urgente que o cuidado com a saúde oral dos idosos seja uma prioridade. O edentulismo deve deixar de ser visto como um problema natural, comum, decorrente da idade – e ser tratado como um assunto de saúde pública, de forma a que estes pacientes tenham qualidade de vida.

A sua saúde oral está em dia? Cuide de si e deixe o seu sorriso em boas mãos!

Marcar avaliação sem custos!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.