O Cancro e a Saúde Oral: cuidados a ter

O Cancro e a Saúde Oral: cuidados a ter

Quando uma pessoa é diagnosticada com cancro, a última coisa em que vai pensar é em marcar uma consulta com um médico dentista. No entanto, para pacientes que estão em têm de fazer um tratamento oncológico, estes cuidados devem ser redobrados. Devido aos sintomas da doença e também ao tratamento a que estas pessoas são submetidas, é preciso que haja alguns cuidados especiais, para que se trate o cancro e a saúde oral não fique esquecida.

De forma a que os pacientes diagnosticados com cancro possam manter a sua qualidade de vida e bem-estar, é necessário o acompanhamento de um médico dentista durante todo o tratamento. A orientação que este profissional dá ajuda a preservar os dentes e ossos do maxilar contra os danos causados pela radioterapia e quimioterapia.

 

Problemas de saúde oral causados pelo tratamento de cancro

Não é novidade que a saúde oral é extremamente importante para assegurar o bom funcionamento de todo o organismo. Quando se é diagnosticado com cancro, durante o tratamento da patologia, a imunidade do corpo fica mais baixa, dando origem a algumas doenças e sintomas na cavidade oral. Conheça alguns:

Boca seca ou Xerostomia

Causada pela diminuição do fluxo de saliva, devido a alterações nas glândulas salivares, a boca seca estimula processos infeciosos, já que o organismo conta com menos células de defesa.

Cáries

A causa principal da cárie é a má higienização oral. No entanto, a fraca produção de saliva, comum em pacientes oncológicos, contribui para o processo de desenvolvimento desta doença oral.

Mucosite oral

São feridas ou placas brancas escamativas causadas pelo próprio tratamento e que se podem transformar na porta de entrada para outras infeções. Esta condição acaba por impossibilitar a hidratação do paciente, interferindo na capacidade de regeneração do tecido.

Sangramento oral

Causado pela baixa produção de plaquetas, surgem problemas de coagulação sanguínea.  Por isso, se for necessário fazer alguma cirurgia oral, o médico dentista deve estar atento a esta questão.

Infeções fúngicas

Por causa da baixa imunidade, algumas lesões brancas podem apresentar-se na mucosa oral. Além destas, a herpes também tem maior probabilidade de aparecer.

 

É melhor prevenir do que remediar 

câncer de boca e saúde oral

O ideal seria que o paciente fizesse uma avaliação oral antes de iniciar o tratamento para combater o cancro. Nesta avaliação inicial, o médico dentista poderia identificar e remover algum processo infecioso que pudesse piorar durante o tratamento oncológico, devido às alterações no sistema imunológico.

Este processo pode ir desde a remoção de tártaro, tratamento de cáries ou, em situações mais extremas, extrações dentárias. As orientações dadas pelo médico dentista também podem melhorar a higienização e prevenção de novos processos infeciosos.

 

Conte com a Swiss Dental Services nos momentos mais difíceis

O tratamento multidisciplinar é fundamental para o sucesso do tratamento oncológico. Ou seja, é apropriado que o médico dentista trabalhe em conjunto com os restantes médicos. E mesmo quando um paciente ainda não foi diagnosticado com cancro, deve-se estar sempre atento a feridas com mais de 15 dias e que não cicatrizem, pois podem ser um sinal da doença. Conte connosco para o acompanhar e orientar em casos como este.

Oferecemos consultas de avaliação oral sem custos, para que possa saber ao certo quais são as suas necessidades e como pode tratar da sua saúde oral. Não custa nada, só precisa de partilhar os seus dados connosco e esperar pelo nosso contacto, para que possamos marcar a consulta para o dia e hora que lhe sejam mais convenientes.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.